Aniversário Dryas



O dia 2 de Fevereiro de 2012 marca o 13º aniversário do projecto Dryas, nascido já em 1999 com a fundação da Dryas Arqueologia, Lda. e entretanto reforçado com a criação das outras actuais empresas do grupo Dryas Octopetala e de uma unidade de I&D(T).

Em 2 de Fevereiro de 1999 nascia o projecto Dryas, marcado pela criação da Dryas Arqueologia,Lda., a empresa mãe do actual grupo Dryas Octopetala. Dedicada à prestação de serviços de Arqueologia preventiva e de salvamento, a criação desta estrutura empresarial enquadrava-se desde o seu início num programa de acção bastante mais ambicioso, que tinha por fim último a criação de uma unidade de investigação nas áreas da Arqueologia e Património histórico sustentada por recursos financeiros privados, resultantes precisamente, daquela actividade de consultadoria científica.

No quadro de uma evolução bastante atribulada do sector da Arqueologia, nomeadamente, mas não só(!), contratual desta última década em Portugal, o projecto Dryas tem vindo a produzir um contributo sólido para a afirmação da Arqueologia e divulgação do património histórico-arqueológico na sociedade portuguesa.

Com efeito, fiel aos seus objectivos iniciais, a Dryas investe-se profundamente quer em actividades de I&D:
- tanto investigação fundamental (explorando a informação que resulta das suas intervenções preventivas e de salvamento e contribuindo activamente para o desenvolvimento de diverss projectos de investigação em diversas áreas da Arqueologia, inclusivamente internacionais);
- como investigação aplicada, procurando incessantemente a melhoria dos processos de intervenção arqueológica no terreno, com particular destaque para o projecto I&DT iLab.Arq, directamente orientado para o desenvolvimento de procedimentos metodológicos inovadores em Arqueologia, nomeadamente através de uma aposta sustentada em qualificação e diversificação dos seus recursos humanos e num incremento massivo do índice tecnológico da empresa.

Outra das áreas de investimento da Dryas que merece destaque (e muito orgulha todos os que participam neste projecto!) é a oferta regular de acções de formação avançadaem diferentes áreas cientificas relacionadas com a Arqueologia, Bioantropologia e património Histórico.

Numa e noutra destas duas linhas de força da intervenção societária do projecto, a ligação sempre mais forte a diversas entidades do Sistema Científico e Tecnológico, com particular destaque para a Universidade de Coimbra, tem-se revelado não apenas vantajosas, como mesmo completamente indispensável. De resto, permitindo cumprir uma das abições iniciais do projecto: contribuir para a redução da distância entre estruturas empresariais e universitárias neste sector específico de actividade.

O desenvolvimento desta aventura conduziu-nos progressivamente por caminhos antes inesperados, que hoje desaguam num embrionário grupo Dryas Octopetala, já integrado, para além da Dryas – Arqueologia, por três outras empresas: a Styx – Antropologia, aMorph – Geomática e Geofísica e a Guild – Restauro e reabilitação urbana, e de uma unidade de investigação: a iDryas.

Num momento de fortes condicionamentos da actividade económica a nível nacional e internacional, que, obviamente, não deixam de prejudicar muito seriamente o normal desenvolvimento deste projecto, a Dryas entra no seu 14º ano de vida transbordante denovos projectos, parcerias, ideias e empenhamento de todos os elementos da equipa técnico-científica, os quais, sem dúvidas, constituem o maior e mais valioso activo da Dryas Octopetala.



Arquivo de Notícias