Modelos cranianos 3D: nova abordagem craniométrica



No âmbito do projecto 3DCm’13 (projecto enquadrado numa colaboração entre o IEETA, a iDryas e o CENCIFOR), que tem por base a digitalização 3D com luz estruturada dos crânios duma colecção de escravos (PAVd’09) dos séculos XV ao XVII, foi defendida a dissertação intitulada “Modelos cranianos 3D: nova abordagem craniométrica” no passado dia 26 de Julho.

Esta dissertação de Mestrado em Sistemas de Informação foi desenvolvida pelo Daniel Santos no Departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática da Universidade de Aveiro, sob orientação dos professores Paulo Dias e Beatriz Santos.

Este trabalho apresentou uma nova abordagem para realizar análises craniométricas com base em modelos 3D de crânios. O procedimento usado pelos antropólogos baseia-se em medições manuais, que acarretam implica problemas de repetibilidade das medições, erros inter-observadores e a degradação dos espécimes inerente ao seu manuseamento. A abordagem proposta passa por fazer a aquisição dos crânios recorrendo a um scanner 3D de luz estruturada (realizada pela equipa da iDryas: Hélder Santos e Catarina Coelho) e posterior análise recorrendo a uma aplicação especificamente desenvolvida no âmbito da dissertação de mestrado. Nesta foram abordados vários métodos: análise de malhas 3D, estudos de normais e curvaturas, obtenção de pontos de interesse e respectivas medidas.

Para o próximo ano lectivo um novo aluno desenvolverá a sua dissertação de mestrado no âmbito deste projecto.



Arquivo de Notícias