I&DT em visualização 3d



A necessidade de soluções de gestão e circulação de informação especificamente adaptadas ao funcionamento multidisciplinar da equipa técnica e científica da Dryas Octopetala justificou a abertura de uma nova linha de investigação na área das TIC’s.

As necessidades de desenvolvimento de soluções informáticas especificamente construídas à medida da complexidade multidisciplinar das nossas equipas técnicas e científicas determinou no grupo Dryas Octopetala o início de um esforço muito consequente de I&DT na área das Tecnologias de Informação e Comunicação.

Esta área de investigação, entre as mais recentes da iDryas, revela-se rapidamente crucial para sucesso o futuro da actividade corrente da equipa, na medida em que dela depende a criação das ferramentas de gestão, exploração e circulação de informaçãoque agora a equipa produz em volumes enormes, gerados em diferentes áreas científicas: Arqueologia, Bioantropologia, Geociências, Geofísica, Engenharia Geográfica, Fotogrametria e Engenharia Inversa, etc.

Neste âmbito, estão já em curso ou em fase de lançamento diversas colaborações científicas com vários centros de investigação do SCT, visando o desenvolvimento de aplicações de software inovadoras e capazes de dar resposta às necessidades da equipa. Segundo os casos, estas colaborações (cujo elenco a iDryas continua a fazer crescer) assumem as formas quer de parcerias científicas para o desenvolvimento de projectos comuns de investigação, quer a colaboração na orientação e disponibilização de meios para a realização de teses de mestrado e de doutoramento.

Entre outros, começa a dar frutos muito relevantes um projecto de doutoramento na área da visualização 3d de dados de teledetecção, presentemente em curso no âmbito doIEETA (Universidade de Aveiro) e para o qual a Dryas e a Morph têm vindo a assumir um papel de cada vez maior empenhamento, de resto, a par também do Departamento de Geociências da Universidade de Aveiro, constituindo-se assim o embrião de um grupo multidisciplinar e multi-institucional de I&D(T) com competências muito diversas, mas indispensáveis para a concretização do objectivo de investigação definido.



Arquivo de Notícias