Curso de Arqueologia Histórica



Dois investigadores da iDryas leccionarão na próxima semana o Curso de Arqueologia Histórica no LÂMINA - Laboratório Multidisciplinar de Investigações Arqueológicas na Universidade Federal de Pelotas (Rio Grande do Sul, Brasil).

O Laboratório Multidisciplinar de Investigação Arqueológica – LÂMINA – (LINK), integrado no Instituto de Ciências Humanas da Universidade Federal de Pelotas (Rio Grande do Sul, Brasil), tem vindo desde a sua criação a procurar viabilizar o ensino e incentivar a realização de projectos de Arqueologia multidisciplinares, capazes de fomentar a fruição e protecção do património arqueológico brasileiro, pré e pós colonial.

Dando especial destaque ao tema da Escravatura, foi a partir de trabalhos neste tema comum entre ambos os laboratórios, que nasceu a colaboração entre investigadores do Lâmina e da iDryas.

Esta colaboração é agora concretizada através da realização do Curso de Arqueologia Histórica, integrado na Pós-graduação de Arqueologia que aquela instituição oferece.

No curso será apresentado e discutido o modelo de protecção do Património existente em Portugal, focalizando-se os aspectos relacionados com a promoção da Arqueologia de Emergência e Prevenção e o contributo que esta teve no surgimento de novos contextos arqueológicos de época Histórica, nomeadamente de época moderna e contemporânea.

Serão ainda apresentados alguns casos de estudo, com destaque especial destaque para a escavação da lixeira moderna de Lagos onde foram depositados 157 escravos africanos entre os séculos XV e XVII. Dado que neste sítio se têm vindo a implementar um programa de investigação verdadeiramente multidisciplinar – integrando áreas tão distintas como a Genética ou a Geomática – o seu exemplo será dissecado no sentido de se discutirem abordagens metodológicas e técnicas recentes, capazes de potenciarem a análise, divulgação e fruição do património arqueológico.



Arquivo de Notícias