Comunicação no SIF



Apresentamos esta semana no XCVIII Congresso Nazionale Società Italiana di Fisica (SIF) os resultados das datações por Luminescência de algumas amostras de argamassas e tijolos do convento coimbrão de S. Francisco.

O XCVIII Congresso Nazionale di Fisica reune por uma semana cerca de 600 físicos italianos e representa o momento em que esta comunidade científica, homogénea, embora com interesses muito diversificados no sector do património cultural. O congresso está organizado em oito sessões paralelas, a saber:
- Física nuclear e subnuclear;
- Física dos materiais;
- Física astroparticular, Astrofísica e Cosmologia;
- Geofísica, Física do ambiente e Oceanografia física;
- Biofísica e Física médica;
- Física aplicada;
- Física para os bens culturais;
- Física geral, didática e história da Física.

Partindo da intervenção global de Arqueologia que a Dryas tem vindo a desenvolver no Convento de S. Francisco, a iDryas, em colaboração com o Dep. Ciências da Terra da Universidade de Coimbra / IMAR (Portugal) e o PH3DRA Laboratory (PHysics for Dating Diagnostic Dosimetry Research and Applications), do Dipartimento di Fisica e Astronomia, Università di Catania & INFN Sezione di Catania, desenhou um programa de datação por Luminescência de alguns elementos construtivos daquele edifício.

Estando retratados alguns episódios de reformulação do edifício através das fontes escritas, também testemunhados e documentados aturadamente através de trabalhos de Arqueologia do Edificado, importava datar e caracterizar do ponto de vista da sua composição geológica estes elementos que permitem remontar a vida do edifício.

Assim, optámos por realizar um conjunto de datações por luminescência opticamente estimulada de argamassas e tijolos, provenientes de lugares-chave previamente definidos no âmbito da leitura do edifício, depois cruzadas com observações ao microscópio óptico, ICP, caracterização mineralógica por XRD e análise colorimétrica, a fim de resolver as questões de ordem cronológica levantadas pelo estudo do Convento de de São Francisco.

Esta abordagem que agora se dá a conhecer no XCVIII SIF (LINK) verdadeiramente multidisciplinar possibilitou-nos reunir dados objectivos acerca da construção, utilizações e reformulações que este edifício histórico foi sofrendo ao longo da Época Moderna e Contemporânea.




Notícias relacionadas:

Arquivo de Notícias