Colóquio em Pinhel



Os trabalhos de sondagem e acompanhamento arqueológico realizados pela Dryas no Centro Histórico de Pinhel permitiram identificar uma série de níveis e estruturas arqueológicas preservadas. Destacam-se quatro necrópoles, associadas a igrejas ainda existentes ou já desaparecidas.

Nos próximos dias 28 e 29 de Julho decorre na cidade de Pinhel um colóquio sobre a igreja de Santa Maria do Castelo. Organizado pelo Centro Paroquial da cidade e de entrada livre, este evento visa essencialmente promover o estudo, conhecimento e divulgação do Património Religioso e Cultural da cidade de Pinhel.

No dia 28, a Dryas vai apresentar os resultados dos trabalhos de sondagem e acompanhamento arqueológico desenvolvidos no âmbito da empreitada de colocação de infra-estruturas no Centro Histórico da cidade de Pinhel. 

Dos diversos níveis e estruturas arqueológicas identificadas no decurso destes trabalhos, destaca-se o reconhecimento de quatro necrópoles localizadas em quatro áreas distintas do Centro Histórico: adro da igreja de Santa Maria do Castelo, Largo de São Martinho, Largo de Santiago e Rua de Silva Gouveia. 

As quatro áreas foram alvo de trabalhos de sondagem arqueológica e em todas foram reconhecidos níveis arqueológicos preservados relacionados com a utilização desses espaços como locais de enterramento associados quer a templos ainda existentes – como no caso das sondagens realizadas no adro da igreja de Santa Maria do Castelo – quer associados a igrejas já desaparecidas – como acontecerá nos restantes casos.



Arquivo de Notícias