Artigo nas actas do X Congreso Nacional de Paleopatología



“Um caso de osteomielite num indivíduo paleocristão de Vale do Mouro” é o título do artigo editado por duas antropólogas da iDryas nas actas do X Congreso Nacional de Paleopatología que teve lugar em Madrid, em Setembro de 2009.

Durante a campanha de 2008, a equipa de Arqueologia dirigida pelo Dr. Sá Coixão, identificou uma sepultura pétrea que aproveitava as paredes de uma antiga habitação romana, no sítio de Vale do Mouro (Coriscada, Meda, Guarda).

Duas antropólogas da Styx (Marta Furtado e Maria Teresa Ferreira) exumaram oindivíduo adulto do sexo masculino ali depositado. Ainda em campo foram identificadaslesões nos ossos da perna esquerda.

Após a análise laboratorial efectuada aos vestígios ósseos recuperados, procedeu-se ao diagnóstico diferencial de forma a se aceder à etiologia das lesões. Estas deveram-se muito provavelmente a uma osteomielite esclerótica crónica, doença infecciosa que provoca o engrossamento do osso cortical e o estreitamento do canal medular.

É seguro afirmar que, aquando da sua morte, este homem de cerca de 30-40 anos teria dificuldades na locomoção. A lesão infecciosa na perna levá-lo-ia a coxear e, certamente, provocaria dor crónica.

__
Furtado M, Ferreira MT 2011 Um caso de osteomielite num indivíduo paleocristão de Vale do Mouro (Meda, Guarda, Portugal). Gonzaléz AM, Cambra-Moo O, Rascón JP, Campo MM (eds) Paleopatología: ciência multidisciplinar. Sociedad de Ciencias Aranzadi. Donostia-San Sebastián: 368-372.



Arquivo de Notícias