Arqueologia e autarquias



A publicação das actas do encontro “Arqueologia e autarquias”, promovido pela APA e pela CM Cascais, inclui um artigo de reflexão acerca do presente e futuro da actividade autárquica no sector da Arqueologia e património histórico.

Intitulado “Acerca do âmbito e objectivos da intervenção autárquica em Arqueologia: uma perspectiva exterior, a partir do projecto Dryas”, este artigo da autoria de Miguel Almeida, Maria João Neves, Maria Teresa Ferreira e Lília Basílio representa um momento relevante do desenvolvimento do projecto Dryas Octopetala que, à data da realização deste encontro (25-27 de Setembro de 2007), se orientava progressivamente para o cumprimento da sua missão societária de intervenção no âmbito da preservação e gestão do património histórico-arqueológico.

Anunciando já o desenvolvimento subsequente do projecto Dryas, nomeadamente a ambição de constituição de um centro autónomo de I&D financeiramente suportado numa actividade regular de consultadoria e salvamento, o artigo concede especial atenção á questão da articulação entre diferentes tipos de estruturas organizacionais e actores deste sector que em Portugal apresenta uma actividade fervilhante desde há pelo menos década e meia.

Constituindo um esforço de reflexão necessariamente externo, o artigo realiza uma análise do panorama existente deste sector, também a nível nacional, mas com particular destaque para a escala autárquica, propondo de seguida, de forma provocativa, uma reflexão sobre os princípios estratégicos e objectivos fundamentais da actividade das estruturas municipais neste sector do social.


Anexos:

Artigo

Poster


Arquivo de Notícias