1º Aniversário do projecto “iLab.Arq”



O projecto “iLab.Arq” cumpriu no dia 1 de Julho o seu primeiro ano de trabalhos. Trata-se de um projecto de I&DT, incluindo tarefas de investigação industrial e desenvolvimento experimental no sector da Património histórico-arqueológico.

O projecto, previsto para uma duração total de 3 anos, visa a realização de actividades deinvestigação aplicada orientadas para a criação de procedimentos metodológicos novos e mais eficazes para a indústria do património histórico-arqueológico.
Co-promovido pela Dryas com diversos departamentos da Universidade de Coimbra e francamente aberto à participação de outras entidades públicas e privadas, o projecto produziu já neste primeiro ano de trabalhos resultados muito consequentes para a melhoria da qualidade e rentabilidade dos procedimentos de trabalho neste sector de actividade. De entre as áreas de trabalho que já apresentam resultados mais palpáveis, destacam-se talvez as inovações introduzidas: na programação e desenho estratégico das intervenções de salvamento Dryas, graças à integração na equipa de recursos humanos e tecnológicos de Geofísica e Tele-detecção; e na documentação das informações produzidas durante os trabalhos de terreno, quer por força da utilização também sistemática de tecnologias de fotogrametria e laserscanning, quer pela reformulação completa dos procedimentos regulares de registo, em que a equipa de investigação está presentemente envolvida, de resto no quadro de um processo de implementação de um sistema de qualidade (sgIDI).
Naturalmente, não se esgota aqui o potencial de inovação deste ambicioso projecto de investigação e desenvolvimento, o qual deverá mesmo acelerar ainda a produção de resultados palpáveis durante este seu segundo ano de trabalhos, agora já com a generalidade das linhas analíticas multidisciplinares previstas no projecto definitivamente instaladas.
Entretanto, já criámos uma secção no site Dryas que manterá actualizada a mais recente informação acerca dos últimos desenvolvimentos deste projecto de I&DT.



Arquivo de Notícias