PI’s EN110, EN17, EM111



A Dryas Arqueologia concluiu os trabalhos de Caracterização de Situação de Referência Patrimonial Actual da área afecta às empreitadas de reabilitação de seis passagens hidráulicas localizadas na EN110, na EN17 e na EM111.

A Dryas desenvolveu no último trimestre de 2013 trabalhos de Arqueologia na área afectada pelos projectos de reforço de seis passagens hidráulicas: Reabilitação da EN 110 – Pontão da Ribeira do Casal da Misarela ao Km 15+066; na Reabilitação da EN 110 – Pontão da Misarela ao Km 14+255; na Reabilitação da ER2 – Pontão da Ribeira do Travasso ao Km 239+698; na Reabilitação da EN 17 – PH ao Km 11+369; na Reabilitação da EN 17 – PH ao Km 12+494 e na Reabilitação da EM 111 – Ponte ao Km 32+557.

No âmbito destas empreitadas, promovidas pela Estradas de Portugal e executadas pela empresa Extraco, S.A., os primeiros trabalhos de Arqueologia realizados consistiram numa Caracterização de Situação de Referência com o objectivo de avaliar o potencial arqueológico e patrimonial da área de implantação da empreitada, com vista a definir os trabalhos de minimização a implementar subsequentemente.

Estes trabalhos de Caraterização de Situação de Referência materializaram-se numa análise da bibliografia disponível, em trabalhos de prospecção de superfície e numa breve caracterização da estrutura das passagens hidráulicas.

Face à localização das seis intervenções, sob o eixo viário da EN110, EN17 e EM111 e áreas relacionadas com a sua construção, e à própria natureza das empreitadas em curso, circunscritas à estrutura das passagens hidráulicas e aos seus muros-ala, não foram reconhecidas quaisquer situações de risco arqueológico e patrimonial decorrentes destas empreitadas.



Arquivo de Notícias