iProj. WebGIS.Arch



Promovido pela Dryas, em colaboração com a SenseBloom e o Dep. de Eng. Informática da Universidade de Coimbra, com o apoio do QREN, o Projecto WebGIS.Arch termina a sua fase de desenho para iniciar os trabalhos de desenvolvimento e implementação.

O projecto de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico designado por “Plataforma virtual (Wiki, SIG e Web-social) de Património histórico e arqueológico” (WebGIS.Arch), apoiado pelo QREN: Quadro de Referência Estratégico Nacional desde 2011, enquadra-se no cluster das TICE e constitui um projecto extremamente aliciante do ponto de vista societário, por promover a difusão social do conhecimento científico, através da aproximação dos cientistas à sociedade e da possibilidade de participação directa de todos na produção de conhecimento.O projecto de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico designado por “Plataforma virtual (Wiki, SIG e Web-social) de Património histórico e arqueológico” (WebGIS.Arch), apoiado pelo QREN: Quadro de Referência Estratégico Nacional desde 2011, enquadra-se no cluster das TICE e constitui um projecto extremamente aliciante do ponto de vista societário, por promover a difusão social do conhecimento científico, através da aproximação dos cientistas à sociedade e da possibilidade de participação directa de todos na produção de conhecimento.

O objectivo fundamental do projecto consiste na criação de uma plataforma on-line constituída por: (1) uma base de dados de património cultural histórico-arqueológico; (2) georeferenciada e permitindo pesquisas geográficas; (3) integrando funcionalidades de web-social, para pessoas individuais e para instituições.

A criação desta ferramenta, que poderíamos sumarizar como uma conjugação numa só aplicação de funcionalidades hoje conhecidas em plataformas como o GoogleEarth, a Wikipédia e o Academia.edu para aplicação específica ao património histórico-cultural, exige um percurso intenso de I&DT combinando tecnologias Web 2.0 e Web 3.0: interoperabilidade, gestão partilhada de informação, criação de conteúdos pelos próprios utilizadores, desenvolvimento de comunidades virtuais, tecnologia de redes semânticas, wiki e web-SIG.

Para alcançar estes objectivos, criou-se um consórcio de I&DT liderado pela Dryas e participado ainda pela SenseBloom e pela Universidade de Coimbra, através do Dep. Engenharia Informática da Faculdade de Ciências e Tecnologia, para além da colaboração da Scientia – Consultoria Científica, Ltda. (São Paulo, Brasil) e da SERAP Vallée de la Claise (Indre-et-Loire, França).

O propósito do projecto consiste na implementação e difusão da plataforma WebGIS.Arch, dirigida a duas comunidades de utilizadores que partilham o interesse na utilização (com diferentes fins) da mesma informação:

investigadores, interessados numa ferramenta de gestão da informação científica e dos seus procedimentos de investigação que promova (1) a circulação rápida dos dados (suportando mesmo o acesso móvel via banda larga 3G de equipas deslocalizadas) e (2) o surgimento de novas colaborações e projectos de investigação transdisciplinares e inter-institucionais; e

- o público geral, composto por interessados em conteúdos das áreas do Património, História e Arqueologia para efeitos de fruição cultural/turística.
No momento presente, a equipa do projecto conclui a fase inicial de programação, levantamento de requisitos, especificações e desenho de I&DT e prepara-se para dar início à fase fundamental do projecto, aquela dedicada ao desenvolvimento e implementação das soluções propostas.



Arquivo de Notícias