Arqueologia no morro da Sé do Porto



No âmbito do Programa de Realojamento para o Morro da Sé do Porto, a Dryas vai executar um conjunto de intervenções de arqueologia preventiva integrando caracterização de edificado, sondagem arqueológica e acompanhamento arqueológico de obra.

Os trabalhos serão executados em torno de um conjunto de edifícios localizados numa das zona de ocupação mais antigas da cidade, e têm como objectivo avaliar o potencial arqueo-estratigráfico e patrimonial dos espaços em fase anterior à implementação do projecto de reabilitação previsto. Para além disso serão ainda executados trabalhos de acompanhamento de obra, por forma a salvaguardar eventuais situações de impacte patrimonial não identificadas em fases prévias de intervenção.

A par da caracterização arqueo-estratigráfica do subsolo serão executados trabalhos de caracterização dos edifícios pré-existentes. Este trabalho inclui, para além da caracterização tipológica e arquitectónica, a documentação de materiais, técnicas e soluções construtivas ainda passiveis de registo, e uma leitura da estratificação dos elementos construídos existentes. Com este trabalho pretende-se compreender ritmos, sequências e soluções de construção, transformação e ocupação que estiveram na origem das construções que chegaram até aos nossos dias.

A partir das leituras estratigráficas produzidas – a “cota negativa” e “cota positiva” – e da sua integração no conjunto de informações cartográficas e documentais disponíveis sobre a cidade antiga, pretende-se compor a história de formação e ocupação ao longo do tempo destes pequenos espaços da malha urbana do Porto: elemento essencial à tarefa mais ampla de contar a história daquela cidade.



Arquivo de Notícias